MUDANÇA E CONSTRUÇÃO

 

Ninguém cresce sem sair da “zona de conforto” para enfrentar mudanças e superar dificuldades, portanto muito cuidado com a Síndrome de Gabriela: “eu nasci assim, eu cresci assim, sou mesmo assim e vou sempre assim”.

Fernando Pessoa, por meio de um de seus pseudônimos, define bem a nossa relação com NÓS MESMOS   e  com o meio em que convivemos:

“Começo a conhecer-me. Não existo. Sou o intervalo entre o que desejo ser e O QUE OS  OUTROS  me fizeram, ou metade desse intervalo, porque também há vida… Sou isso, enfim…” Álvaro de Campos

A maioria das pessoas são resistentes às mudanças, não só para suas próprias vidas ou de seu próprio ponto de vista,  como também na vida e do ponto de vista dos outros.

Agir ou se manifestar de forma incomum chamará a atenção de todos ao seu redor e se isso desgostar alguém pode esperar pelos julgamentos, condenações etc e tal.

 

“É incrível como as pessoas se ressentem quando você deixa de fazer o que elas querem”.

 

 

 

Algumas são mais abertas ao inédito, outras mais contidas, mas o fato é que as mudanças fazem parte da vida de qualquer pessoa e deveriam ser vistas sempre de forma positiva. Ninguém cresce sem sair da zona de conforto para enfrentar e superar dificuldades, portanto muito cuidado com a Síndrome da Gabriela: “eu nasci assim, eu cresci assim, sou mesmo assim e serei sempre assim”.

Tentar conter mudanças é inútil; cedo ou tarde as coisas sairão de controle e se você não se adaptar, tudo ficará mais difícil. Daí tantas pessoas chatas, rabugentas que só sabem reclamar de tudo; na resistência por mudanças preferem assumir o papel de vítimas do mundo, terceirizando suas responsabilidades.

Tudo na natureza é essencialmente mudança, não poderia ser diferente conosco, somos seres em processo evolutivo, sempre em construção.

Assim se você tem ouvido coisas do tipo: “não estou reconhecendo você” ou “você não é mais a mesma pessoa”, parabéns, você está fluindo com a vida e não simplesmente existindo. Não se sinta culpado se as pessoas ao seu redor não compreendem a sua ânsia de transpor suas próprias barreiras e se realizar. Não se boicote por conta das opiniões e julgamentos alheios, busque em você mesmo a aceitação de que está agindo como considera certo.

A sua consciência trará as mudanças e construção da satisfação que você precisa.

Compreenda os que ainda não entenderam o seu processo de mudança.

Certamente elas necessitam de tempo para buscar o mesmo em suas vidas.

Não se deixe abater se em algum momento você se sentir só, lembre-se que as maiores transformações passam pelo caos.

Busque forças nas próprias convicções e segue a sua rota com vistas ao que procura; se por esse caminho você encontrar alguns de seus afetos será muito bom, mas lembre-se que cada um têm o direito a sua própria escolha.

Seja paciente e gentil, mas não viva para agradar aos outros.

 

Lembre-se de que você é a única pessoa responsável pela sua própria vida.

Então, viva!

 

E nessa jornada, você pode gostar de compartilhar e contar com alguém que pode te ajudar!

Então, fale com um Coach.

Se for sobre sua vida pessoal, um Coach especializado em Life Coaching ( certificado por entidades sérias e reconhecidas no mercado!!!) poderá indicar ferramentas que promovam mudanças efetivas.

Se for sobre sua Carreira Profissional, o Career Coaching é a ferramenta comprovada cientificamente e por anos de aplicação no mercado de trabalho.

Mas se for para falar de seu interesse em ter um negócio próprio, ou se já tem e precisa de orientação, fale com um Business Coaching.

Enfim, o Coaching tem ajudado muita gente.

Evite os “famosinhos de internet” e peça referências ao profissional que você quiser contratar.

 

De resto, MUDE!

 

Caminhe, Desaprenda, Reaprenda e construa novas perspectivas para sua vida.

Compartilhe:Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *